Jardim de suculentas: Quais espécies e como cultivá-las

  • Por celo
  • 27/09/2021
  • 83
  • 0

Jardim de suculentas: Quais espécies e como cultivá-las

Esses jardins são uma tendência em decoração e eles podem mudar o ambiente de sua casa ou empresa. Quer sejam belos jardins verticais, arranjos magníficos em vasos, bordas ou nivelamento do solo no jardim, uma coisa pode ser dita: as suculentas estão aqui para ficar.

Elas podem ser pequenas, mas são super resistentes. Um jardim de suculentas com certeza atrairá a atenção de observadores ao misturar cores, texturas ou combinar com outras espécies.

Suculentas: acrescente o verde ao seu ambiente

As suculentas são bonitas, engraçadas, fofas… por isso é impossível não se apaixonar por elas. Sua estrutura tipo bolsa não precisa de muita água e a maioria das espécies cresce muito pouco e permanece pequena mesmo depois de se tornarem “adultos”.

As mais belas flores suculentas de todas as formas, texturas e cores podem ser encontradas na natureza. De acordo com especialistas, mais de 60 espécies foram registradas e desta gama diversificada, destacamos abaixo 5 espécies de suculentas que podem facilmente crescer em ambientes internos. Aprenda como cultivar suculentas e trazer mais verde para dentro de casa.

Leia 5 tipos de suculentas que você pode cultivar dentro de casa:

1. Escheveria ou sacarose

Echeveria é uma espécie de suculenta com folhas carnudas e dispostas que se assemelham a uma rosa tradicional, por isso o nome de sacarose. Sua cor é exótica e vem em tons de azul-esverdeado e tons mais escuros com uma tonalidade marrom. Cresce bastante rápido e varia em tamanho de 5 a 20 cm.

2. Cauda de burro

A cauda do burro, também conhecida como “dedo”, é uma planta suculenta nativa do México. Suas folhas são muito carnudas e têm uma forma incomum que faz com que esta planta se destaque claramente de outras suculentas. Sua destacada estrutura foliar é atraente e a torna uma grande atração em jardins verticais e altos. Suas flores podem ser de vários tons de verde e amarelo e são sempre muito pontiagudas.

3. Rosa preta

O trevo de quatro folhas, também conhecido como rosa preta, é uma suculenta com uma textura de folha em forma de rosa. Essa espécie gosta muito de sol, por isso cresce rápido quando cultivado em jardins e pátios ao ar livre. No inverno, elas nos encantam com belíssimas flores amarelas que formam um lindo contraste com as suas folhas escuras.

4. Zebra

A zebra é uma suculenta com folhas pontiagudas verdes escuras com listras brancas. Ao contrário da rosa de pedra, ela cresce mais lentamente. Embora essa suculenta adora o sol, ela não deve ser exposta à luz direta do sol no verão. Sua estrutura foliar é muito resistente e pode suportar períodos de seca severa, mas o excesso de água pode matá-lo, portanto evite o uso constante de um regador ou mangueira. Para propagar esta espécie, basta separar as novas plantas e plantá-las em um meio diferente.

5. Colara de pérolas.

O colar de pérolas é uma suculenta que pode ser cultivada sozinha ou como planta suspensa, assim como a espécie rabo de porco. Suas folhas são de cor verde e podem ficar muito mais claras no verão quando expostas à luz direta do sol.

Um jardim de suculentas no solo

O cultivo de suculentas em vasos é fácil, pois a drenagem bem organizada no recipiente proporciona condições ideais para o crescimento saudável e bonito das pequenas plantas. Entretanto, quando se trata de criar belas bordas e coberturas de solo, um jardim de suculentas no solo é uma verdadeira obra-prima.

As suculentas no jardim devem ser cultivadas especificamente no solo, onde a necessidade de economizar água deve ser levada em consideração. Entretanto, deve-se prestar atenção ao preparo do solo, pois ele deve ser bem drenado. Por esta razão, utilize sempre ferramentas de jardinagem apropriadas para garantir a beleza e a saúde das suculentas. Isto porque as raízes suculentas que permanecem na água acumulada estão fadadas a apodrecer.

Um jardim de suculentas e pedras

Você pode combinar elementos vegetais e não vegetais ao fazer um projeto de paisagismo. Seja decorando plantadores, construindo passarelas com bancos de madeira ou pérgolas, ou acrescentando um pátio.

As pedras podem desempenhar um papel interessante nesta composição. Por exemplo, em um jardim com suculentas e pedras, as cores das suculentas podem se destacar ainda mais, dependendo da cor das pedras decorativas utilizadas no jardim.

A pedra dolomítica branca é bastante utilizada para a forração do jardim. De fato, sua textura robusta e seu tom branco realçará qualquer planta que faça parte da composição da paisagem.

Jardim com cactos e suculentas

Essas espécies estão em um lugar especial no coração daqueles que adoram a praticidade na vida cotidiana. Isto porque tanto as suculentas quanto os cactos não exigem muito cuidado. Entretanto, o solo deve estar bem preparado para permitir a melhor drenagem possível.

Esses jardins são tão versáteis que é possível criar um jardim de suculentas e cactos nos lugares nada convencionais.

Mini jardim de suculentas

Para aqueles que não têm muito tempo ou espaço para plantar um canteiro de flores, um mini jardim de suculentas é uma ótima maneira de embelezar sua casa, pois as suculentas são resistentes e requerem pouca manutenção. Tudo o que você precisa fazer é expor o mini jardim por algumas horas por dia e regá-lo ocasionalmente durante a semana.

Esse mini jardim de suculentas servem para decorar o quarto, o banheiro, a sala de estar, a sala de jantar, a cozinha, a varanda e uma tenda de escritório. Na composição do arranjo, frascos ou caixas de vidro podem acrescentar magia, de modo que, o uso e o abuso de recipientes de vidro esquecidos em casa.

Jardim vertical com suculentas

Quando as propriedades ficam menores, é difícil pensar em cultivar flores dentro de casa, não é mesmo?

Por exemplo, um jardim vertical com suculentas, além de ser adaptável a diferentes tamanhos de sala graças à sua estrutura, é composto de plantas mais sustentáveis e não requer tanto cuidado. Uma coisa é certa: os jardins verticais estão aqui para ficar. E se você quiser incorporar esta pequena beleza em sua casa ou edifício comercial, você deve saber que com muita criatividade e um pouco de dinheiro, você pode criar elementos bonitos e imaginativos que irão compor seu jardim vertical.

Como cuidar de um jardim de suculentas

Embora um jardim de suculentas não exija muito cuidado, precisamos conhecer as necessidades básicas das plantas que cultivamos. A maioria das pessoas pensam que se as suculentas não precisam de muito cuidado, podem ser deixados sozinhos. No entanto, isto não é verdade porque se esquecermos de regar as plantas pelo menos uma vez por semana ou expô-las à luz natural, elas morrerão.

 

RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Dicas Simples Decoração – casa e jardim